Carteira de Motorista em Ontario: como funciona

por | jul 19, 2018 | Dia a dia e adaptação

Sempre recebemos perguntas sobre esse assunto por aqui e já passou muito da hora de falarmos sobre a carteira de motorista canadense no blog.

Dessa vez, vou explicar melhor como funciona, os tipos de carteira e o aproveitamento da experiência que você tem no Brasil. Mas fique de olho porque nos próximos posts, vou falar sobre cada prova especificamente.

Antes de tudo, quero lembrar que temos um post falando sobre as regras pra dirigir com a CNH brasileira em Ontario.

Fases da carteira de motorista na província de Ontario

Existem três tipos de carteira de motorista aqui, uma pra cada fase do aprendizado. Cada uma te dá regras e te permite fazer coisas diferentes.

Lembrando que pra fazer a prova da G1, você não precisa agendar, mas comparacer com os documentos necessários no Service Ontario da Bay St (em Toronto) ou em um dos DriveTest Centres de Ontario pra fazer a prova. Para as provas da G2 e G, você precisa marcar com antecedência em um dos DriveTest Centres.

G1

Pra conseguir a carteira G1, você precisa:

  • Ter pelo menos 16 anos,
  • passar no exame de vista bem simples na hora de solicitar o teste, e
  • fazer a prova teórica (prova de legislação). Com ela em mãos, você pode já dirigir com algumas limitações.

via GIPHY

Pois é… É meio estranho o fato de apenas fazer a prova teórica e já poder dirigir. Mas existem algumas regras pra isso tambem:

  • Voce só pode dirigir acompanhado de alguém que tenha a carteira G (totalmente habilitado) e que tenha pelo menos 4 anos de experiência de direção. Essa pessoa deve estar no banco do passageiro.
  • O motorista com a G1 precisa manter nível zero de álcool.
  • O acompanhante precisa seguir o limite de 0.05% de álcool no sangue.
  • Não pode dirigir nas highways 400 e expressways de limite a partir de 80km/h (como a DVP ou Gardiner em Toronto, por exemplo), a não ser que você esteja com um instrutor credenciado.
  • Não pode dirigir entre meia-noite e 5 da manhã.

Atenção: o acompanhante não precisa ter a carteira G há quatro anos. Se essa pessoa tiver utilizado experiência do Brasil, por exemplo, e tirou a G aqui (mesmo que há um dia), ela poderá te acompanhar. Não há regra quanto ao tempo de carteira canadense, mas tempo de experiência. A palavra-chave é EXPERIÊNCIA. Falarei mais disso quando aprofundar no aproveitamento da experiência brasileira.

Todas as outras regras permanecem as mesmas.

Pra passar pra próxima fase e poder fazer a prova pra obter a G2, você precisa:

  • Ficar um ano praticando com a G1, ou
  • Fazer um curso específico com empresas/profissionais credenciados e esperar apenas 8 meses.

G2

Pra obter a G2, depois de ter praticado durante todo esse período, você precisa fazer a primeira prova prática (road test).

Se você passar na prova, as regras que você tem que seguir vão mudar:

  • Não precisa mais dirigir acompanhado.
  • Nível de álcool permanece zero.
  • Apenas pra quem tem 19 anos ou menos, entre meia-noite e 5 da manhã:
    • Nos primeiros 6 meses de G2, você só pode ter no carro um passageiro com 19 anos ou menos.
    • Depois dos primeiros 6 meses de G2, você pode ter no máximo três passageiros com 19 anos ou menos.

Essas regras baseadas em idade não se aplicam caso:

  • Você esteja acompanhado de alguém com a G (totalmente habilitado), ou
  • Se um dos menores fizerem parte da sua família imediata.

G (full G)

Depois de mais um ano praticando com a G2, inclusive nas highways, você vai poder fazer a prova final, pra obter a G.

Vamos dar detalhes desse teste num outro post. Então, fica de olho.

O que importa aqui é que depois que você passa na prova da G, LIBEROU GERAL (seguindo as leis de trânsito daqui, claro, haha)

via GIPHY

É importante lembrar que esse processo todo não pode levar mais do que 5 anos. Então, não é bom enrolar muito pra fazer a G2 ou a G, pro processo não perder a validade.

Você encontra todas essas informações sobre a carteira de motorista de Ontario no site do Service Ontario.

Aproveitando experiência de carteira de motorista do Brasil

Se você já tinha a CNH brasileira, você não consegue simplesmente “transferir” sua carteira pra cá, mas é possível aproveitar sua experiência brasileira e pular algumas etapas.

O primeiro passo é legalizar a sua CNH no consulado brasileiro. O consulado vai emitir um documento que consta a sua experiência e ele custa $22.50 (que você pode pagar com débito, money order ou certified cheque).

Você também vai precisar apresentar o seu status junto ao DETRAN do seu estado pra que eles possam verificar a sua situação de pontos, etc.

Veja todos os documentos necessários pra solicitar a legalização da carteira brasileira e mais informações no site do consulado de Toronto.

Atenção: Para emitir esse documento, a sua CNH brasileira precisa estar válida. Então, fique de olho na data de validade dela!

Com esse documento e CNH em mãos, o Service Ontario vai contabilizar sua experiência de direção no Brasil. Dessa forma, basta você fazer a prova teórica (G1) e a segunda prova de direção para obter a carteira G. E não precisa ficar esperando pra fazer a segunda prova, pode fazer logo em seguida.

Você pode levar esse documento antes ou depois de completar a prova da G1 pra mostrar sua experiência prévia. Tanto faz.

Além de agilizar todo o processo, a sua experiência brasileira é de fato transferida para o Canadá. Isso é possível verificar no indicador de experiência da sua carteira.

Indicador de tempo de experiência na carteira de motorista.

Essas quatro bolinhas desenhadas na frente da carteira representam que você tem quatro ou mais anos de experiência de direção. Então, mesmo alguém que tirou carteira recentemente no Canadá, mas que aproveitou a carteira brasileira, terá esse indicador considerando o tempo de carteira no Brasil.

E se eu não passar na prova de direção?

Se você usou sua experiência brasileira, passou na G1, mas não passou na prova da G, aí sim você vai ter que fazer a prova da G2, pra depois tentar a G novamente. Não vai mais ter jeito de pular.

A diferença é que, novamente, você não será obrigado a esperar um ano entre as provas. Pode fazer quando quiser.

Leia Também

1 Mês no Canadá: Primeiras Impressões Depois de um mês em Toronto, resolvemos compartilhar com vocês algumas das nossas impressões e curiosidades sobre a cidade nesse vídeo.
Mudança no Canadá: dicas importantes Algumas coisas podem ser bem diferentes quando estamos pensando em nos mudar de casa no Canadá. Então, fique atento às dicas desse post.
Saúde Pública em Ontario: quem tem acesso ao OHIP... O sistema de saúde canadense é público, mas as regras pra ter o direito de acessá-lo variam por província. Veja como funciona em Ontario.
Família: como contamos e como reagiram Como falar para os pais que você resolveu largar casa, emprego e família para começar do zero em um intercâmbio ou imigração para o Canadá?

Comentários

Siga o Vem Canadá

Facebook

Pra ajudar nas economias

Meliuz

Ebates

Booking.com

Ganhe desconto no Airbnb