UM ANO DE CANADÁ: Perguntas e Respostas

jan 3, 2017 | College, Dia a dia e adaptação, Inglês, Trabalho

 

E faz um ano que nós chegamos em Toronto!

Passou muito rápido, mas ao mesmo tempo, parece que foi há tanto tempo!

Resolvemos responder algumas perguntas sobre essa experiência, numa espécie de retrospectiva pra vocês. Mas, antes de tudo, vamos relembrar um pouquinho da nossa história:

Chegamos no Canadá em dezembro de 2015. Racquel veio fazer um college e Paulo veio trabalhar.

A Racquel veio fazer um college de dois semestres no Centennial College e logo depois de terminar o curso, começou uma nova pós, de três semestres, no mesmo College. E o Paulo, depois de alguns meses, começou a trabalhar na área dele (TI).

Então, dá um play no vídeo, ou confira as respostas reduzidas de cada tema abaixo!

O que acha do Centennial College? (02:05)

Racquel: Eu adoro! Recomendo e aprovo. Mas é importante lembrar que, como toda faculdade, não é perfeito. No fim das contas, depende do curso e depende da opinião de cada um também. Mas eu adoro o fato de que praticamente todos os professores estão ativos no mercado de trabalho e têm muita experiência na área e de que o curso em si é voltado para o mercado. Estou muito satisfeita com isso, com os cursos e com o Centennial em geral.

Ao terminar o primeiro semestre do primeiro curso, escrevi um post falando sobre as minhas impressões sobre o Centennial College e meu curso.

Como está o trabalho? (03:28)

Paulo: “Tá bom”. Tive muita dificuldade no início por não ter o inglês fluente. E se preparar pra isso é o que eu mais recomendo. Hoje as coisas estão muito melhores e me comunico tranquilamente, mas isso é algo que dificulta bastante no início e gostaria de ter começado com o inglês bem melhor.

E o inverno? (04:42)

É frio!!!!!! Haha… Mas a gente se adapta!

O inverno de 2015/2016 foi muito tranquilo, com temperaturas bem amenas e pouca neve. Então, a gente considera que esse é o nosso segundo inverno e vamos poder falar com mais firmeza sobre isso quando sobrevivermos a ele.

Mas a vida não para: o corpo se adapta, as roupas dão conta e a vida continua!

Como são as amizades com não-brasileiros? (07:27)

São poucas. Não porque achamos que os canadenses e outros imigrantes são frios e distantes, mas mais porque nós sentimos uma identificação mais forte com as pessoas que estão em situação semelhante à nossa e que tem o mesmo contexto cultural que a gente, e isso significa nos aproximarmos mais de brasileiros. É algo muito natural!

Então apesar de termos uma ótima relação com colegas de sala e de trabalho, aquela amizade profunda acabou ficando mais focada nos brasileiros mesmo. Mas é possível, sim, fazer amizades com pessoas de outras nacionalidades!\r\n

O que mais dificulta a adaptação? (08:44)

Nos pediram para não considerarmos família e clima ao responder essa pergunta. Então, escolhemos outras coisas que também parecem óbvia:

O idioma. Quanto menos você for fluente no inglês, mais difícil vai ser sua adaptação. Quem vem com inglês zerado, pra estudar aqui, tem que ter em mente que o início vai ser bem mais difícil.

Outra questão é o fato de chegarmos aqui sem conhecer ninguém. A gente não só vem sem família, mas viemos sem amigos também. Ficar isolado não pode ser uma opção nesse caso: os novos amigos são essenciais na fase de adaptação.

Quais foram os maiores perrengues? (10:16)

A primeira fase, de procurar imóvel pra morar e arrumar emprego, foi a pior ( falamos um pouco disso nesse post sobre os primeiros dias aqui no Canadá). E cada um vive isso de um jeito diferente e dura um tempo diferente. É definitivamente a parte mais sofrida.

O outro perrengue é o college. Voltar a estudar, em tempo integral, em cursos tão puxados como são aqui, é definitivamente um loooooongo perrengue, que parece não ter fim!!!

Está valendo a pena? Vocês pensaram em desistir? (12:27)

Está valendo demais! Cada perrengue, cada dificuldade serve pra fazer a gente aprender e crescer. Quando tudo fica muito difícil, a gente pensa em desistir por apenas meio segundo e daí se lembra do nosso objetivo e do foco que a gente tem.

Não é fácil, mas a gente faria tudo de novo.

Qual a maior dica de vocês? (13:55)

Se planejem.

Se preparem.Filtrem tudo que vocês leem, veem e ouvem.

O Canadá é maravilhoso, mas é preciso ter noção da vida real, das dificuldades reais de fazer uma mudança de vida dessas e começar do zero por aqui. Vir com uma visão muito lúdica, de conto de fadas pode causar muito risco e muita decepção.

Saiba que o Canadá tem defeitos, sim, e que vir pra cá não é fácil e muito menos garantia de sucesso. Quanto mais pé no chão for a sua visão, mais chances de você se surpreender positivamente ao chegar aqui, no lugar de negativamente.

 

E é isso, pessoas! Espero que tenham gostado do vídeo!

E Feliz 2017 pra todos vocês!

Leia Também

CUSTOS DE UM COLLEGE: Vistos, tuition e mais Pretende fazer um college aqui no Canadá? Vem ver quanto nós gastamos com o nosso projeto e comece a se planejar para tanto custos!
Entrevista com o College: como foi? Pra ser aceita num College canadense, eu tive que passar por uma entrevista. Como se preparar pra algo assim? O que eles querem saber? Que mico eu paguei? Assista ao vídeo!
Apresentação: Vem Canadá! Bem-vindo ao Vem Canadá! Nesse vídeo de apresentação, você vai conhecer a gente e saber o que pretendemos com nosso canal do YouTube e blog. Vai ter muito conteúdo bom pra vocês!
ALUGUEL EM TORONTO: Como encontrar e exigências Como alugar imóvel no Canadá? Saiba os benefícios de ter um corretor te auxiliando e quais as exigências pra alugar apartamento em Toronto.

Comentários

Siga o Vem Canadá

Facebook

Pra ajudar nas economias

Meliuz

Ebates